width=
Para poder ler documentos em formato PDF necessita do Adobe Acrobat Reader.
Cidadania
Imprimir documento.    


Autor : Sedes


Liberdade com responsabilidade

Se tivessemos que a definir em duas palavras, diríamos que cidadania é responsabilidade e solidariedade: a determinação de cada cidadão de cumprir responsavelmente os seus deveres e respeitar solidariamente os direitos dos outros.








Foi com este espírito que o Grupo de Trabalho Cidadania nasceu e tem procurado orientar a sua acção de esclarecimento e formação. Temos tomado como objectivo do grupo lançar, a partir da SEDES, um apelo no sentido de uma mobilização de vontades para um melhor entendimento e uma prática mais esclarecida da cidadania. 


Novidades

Leia aqui o documento «Lisboa - Capital Atântica da Europa» enviado à Câmara Municipal de Lisboa sobre a estratégia a adoptar para tornar a capital mais competitiva e com maior qualidade de vida.  


Iniciativas realizadas


Inquérito sobre os valores de cidadania


Uma das suas iniciativas foi uma consulta generalizada a todos os sócios através do inquérito que se reproduz na página seguinte. Até fins de Julho, foram registadas as respostas de 63 sócios, dos quais (em resposta à questão 3) 50 se disponibilizam para dar a sua colaboração activa ao projecto.


ANÁLISE DAS RESPOSTAS (sumária)


Questão 1

Nas 63 respostas recebidas, aparecem destacadas como mais importantes:

    1.4 - Educação - 45 destaques
    1.3 - Participação Cívica - 30 destaques
    1.1 - Reforma do Estado - 29 destaques
    1.2 - Reforma da Administração Pública - 29 destaques
    1.7 - Política de Justiça - 24 destaques


Isto mostra que são estes os temas que mais preocupam a maioria dos portugueses. Mas, paradoxalmente, com excepção do segundo, são também daqueles em que não é fácil a intervenção dos cidadãos porque são claramente da competência dos detentores do mando. O que não quer dizer que não nos ocupemos deles. Se os governantes e os candidatos a isso sentirem que estão a ser seguidos e controlados por pessoas isentas e competentes, terão, necessariamente, que se auto-disciplinar.

O tema 1.3 - Participação Cívica pode ser um bom desafio à nossa imaginação para estimular ou até para "forçar" essa intervenção. A alínea 1.21 - Outras. Quais? Ficou em sexto lugar com 22 destaques, mas é tal a diversidade dos temas propostos que dificilmente se poderá falar num consenso.


Questão 2

Na Questão 2, em que se pedia às pessoas para indicarem as prioridades, a iniciativa 2.2 - Encontros nas Principais Cidades aparece destacada, em termos de 1.ª prioridade com 25 destaques. No conjunto das prioridades, as diferenças diluem-se: A iniciativa 2.2 continua à frente com 51 destaques, seguida pela iniciativa 2.4 - Encontros com Outras Associações que ultrapassa a iniciativa 2.1 - Edição de Cadernos que tinha ficado em segunda na 1.ª prioridade. A iniciativa 2.3 - Artigos na Imprensa Regional fica em quarta com 36 destaques. Verifica-se que as diferenças não são significativas e temos que concluir que todas são consideradas importantes e têm que ser tomadas em consideração.

Esta questão é da máxima relevância porque as ideias de pouco valem se não tivermos meios para as fazer chegar às pessoas e se não tivermos o talento para fazer com que elas as aceitem. E exige um cuidado trabalho de preparação e de organização, para que as iniciativas não resultem em fracasso.


Questão 3

No conjunto das 63 respostas há 50 sócios que se disponibilizam para dar a sua colaboração activa num ou mais temas da Questão 1 e da Questão 2, sendo que alguns se propõem colaborar em ambas. Assim, 29 sócios disponibilizam-se para colaborar na primeira e 31 para colaborar na segunda. Na Questão 1, aparecem em primeiro lugar as alíneas 1.1 - Reforma do Estado 1.3 - Participação Cívica e 1.4 - Educação com 7 participações cada, seguidas da 1.2 - Reforma de Administração Pública com 5 e da 1.9 - Fiscalidade e 1.11 - Ambiente com 4 cada. Todos estes números podem ser aumentados se lhes juntarmos os que se disponibilizam para colaborar sem especificar em quê (5) e os que se disponibilizam para colaborar em todas (4).

Na Questão 2, a iniciativa 2.2 - Encontros nas Principais Cidades, que já tinha ficado à frente em termos de importância (com 51 destaques), fica também à frente com 14 disponibilidades de colaboração, seguida de perto pelas iniciativas 2.1 - Edição de Cadernos, com 12 disponibilidades, e 2.3 - Artigos na Imprensa Regional, com 9. A iniciativa 2.4 - Encontros com Outras Associações que, quanto a importância, tinha ficado em segunda, com 42 destaques, passa para quarta, com 5 apoios.


Questão 4

Na Questão 4, dividimos as respostas em três categorias. Em 36 respostas, são feitas 79 sugestões repartidas pelas 3 categorias:

    1. - Instituições expressamente identificadas ------- 25
    2. - Instituições genéricas não identificadas -------- 44
    3. - Sugestões não necessariamente ligadas a qualquer instituição ---------- 10

Na categoria 1, apenas duas instituições aparecem duas vezes. O resto é uma longa lista de 21 instituições, umas bastante conhecidas, outras menos conhecidas e até algumas de difícil identificação.
Na categoria 2, aparece também uma longa lista onde sobressaem as associações ou movimentos cívicos com 7 citações.

Na categoria 3, aparecem 10 sugestões isoladas algumas das quais poderão ter algum interesse.



COMO PROSSEGUIR?

No estado actual dos trabalhos, parece indispensável uma nova consulta para se definirem prioridades e disponibilidades. Assim, todos os sócios que responderam ao inquérito serão em breve convocados para uma reunião para uma análise pormenorizada dos resultados do inquérito e um debate alargado com vista à recolha de ideias, de sugestões e de disponibilidades para a elaboração dum plano de acção de médio e longo prazo.

30-09-2002

Documentos associados :
:. sedes_inquerito.doc


Voltar